drops rock

sexta-feira, 22 de março de 2013

The Beatles : 50 Anos de Please Please me

   Hoje faz exatamente 50 anos que os Beatles gravaram seu primeiro ábum intitulado Please Please me. Na época era comum que um disco tivesse 14 faixas, das quais o quarteto já havia gravado 10 delas, muito embora a versão de Love me Do contida no LP não seja  a mesma do single. Na versão do disco Ringo Starr não toca bateria. A pedidos de George Martin - produtor dos Beatles- foi chamado um músico de estúdio: Alan White para assumir as baquetas.
   Pois bem, e o que há de especial nesse álbum de estreia? Eu posso afirmar que muita coisa. A própria formação nuclear de banda com quatro ou cinco integrantes se consolidou com os Beatles, o que diferenciva da década anterior onde a banda sempre tinha em destaque um líder vocal. Outro detalhe importante é que todos os integrantes do conjunto cantam no disco, algo nunca antes visto.
   Contrartiando a teoria de que os Beatles eram uma banda fabricada , os fab four gravaram esse LP em apenas um dia. Alguns afirmam que foram em 16 ou 14 horas, outros já falam de algo em torno de nove horas, mas uma coisa é certa: nenhum artista realiza essa proeza nos dias de hoje mesmo com todos os benesses eletrônicos que a tecnologia pode oferecer. Para se ter uma ideia do conhecimento musical e profissionalismo  do quarteto que foi posto à prova com esse disco é importante ressaltar que cada gravação não ultrapassou 20 takes. A música Boys por exemplo foi gravada num take só, ou seja, acertaram de primeira. Outra pérola irretocável é a canção que encerra o álbum, Twist and Shout. John Lennon estava gripado no dia, por isso mesmo decidiram deixar essa música como última gravação. Foi nessa faixa que a voz de John foi definitivamnete para o espaço. Reza a lenda de que tentaram realizar um segundo take mas Lennon não conseguia mais cantar e a gravação ficou pela metade, mas até hoje esse registro não foi encontrado. O fato é que Twist and Shout é considerado um dos melhores covers de todos os tempos, tanto que muita gente nem conhce a versão original com os Isley Brothers.
   Vale ressaltar ainda a formação dos Beatles como compositores, outro ponto fundamental para a História do Rock que passou a influenciar todos os músicos que surgiriam depois. Lennon e McCartney já tinham várias composições escritas mas George Martin com sua experiência de mercado  aconselhou-os a gravarem alguns covers para que o disco ficasse um pouco mais equilibrado e foi o que eles fizeram. Ainda gravaram nessa mesma seção a música Hold me Tigh mas preferiram deixá-la para outro álbum.
   Please Please me como conhcecemos hoje teve sua versão original lançado na época apenas na Inglaterra pois a gravadora autorizava que cada país lançasse seus próprios discos com suas próprias capas. Isso causou um confusão geral na discografia da banda que só veio ao fim em 1974 quando a EMI padronizou todos os álbuns semelhantes aos lançamentos ingleses. Isso fez com que todos os discos que foram prensados com capas e repertórios distintos saíssem de catálogo e virassem itens de colecionador. Nos Estados Unidos por exemplo o primeiro disco dos Beatles teve o nome Introduciong the Beatles com uma capa diferente do britânico. E o que dizer do primeiro Brasileiro que ficou conhcido como Beatlemania e usou a foto do disco seguinte With the Beatles? Mesmo as músicas não eram as mesmas...
   A capa do Please Please me também tem uma história interessante. George Martin sugeriu que os Beatles fossem fotografados no zoológico de Londres na ala dos besouros encontrados no parque mas a direção do zoo não autorizou. Então decidiram serem fotografados no próprio prédio do estúdio. Tal fotografia teve seu conceito aproveitada no final da carreira do quarteto que pensaram em usar o mesmo prédio e tirarem a mesma foto com seus rostos depois de anos para o último disco que se chamaria Get Back. A ideia não vingou mas a fotografia nova foi usada em uma coletânea anos depois.
   Quanto a sonoridade do LP ela está numa transição entre o rock'n'roll e o rock dos anos 60. I Saw her Stading There, Boys, Anna está mais para os anos 50 enquanto que Please Please me, Ask Me Why e There's a Place  já lembra muito a Beat Music que eles iriam produzir nos albuns posteriores. Toda essa experiência de palco adquirida pelos Beatles  poderia ter sido aproveitada num disco ao vivo, o que foi cogitado na época e seria outro marco na Hiostória do Rock se isso acontecesse mas as condições tecnicas não eram favoráveis para tal.
   O legado do disco está na qualidade ótima da gravação, nos excelentes trabalhos de harmonia vocal e no destaque em ser as primeiras composições próprias. Ou seja, ainda que esse álbum não fosse gravado pela maior banda de Rock de todos os tempos seria sobremaneira  interessante  a sua audição.